quarta-feira, 16 de março de 2011

A cirurgia

Na semana que antecedeu o aniversário do Pietro, tivemos uma semana bem pesada na empresa. Teve um surto de virose que deixou quase todos do meu setor meio mal. Eu ainda não tinha tido nada... Mas algumas pessoas estavam afastadas, faltavam em dias alternados, todo mundo com os mesmos sintomas, enfim...

No dia 24/02 eu tive um mal estar e fui dispensada para ir embora. No entanto, eu tinha alguns trabalhos em andamento que considerei importante concluir e ir embora a tarde ia me deixar sobrecarregada no dia seguinte... Além disso, a POS está em vias de acabar e tenho coisas importantes para concluir por lá também... Decidi não ir embora, mas uma febrinha chata me deixou muuuito indisposta e não teve jeito, fui pra casa mesmo...

Essa foi uma madrugada muito complicada...

Há vários dias o Pietro não estava mutio bem. Dias atrás começou com uma tosse seca, sem motivo aparente e sem febre... Tinhamos consulta no pediatra, então aguardamos a data sem leva-lo à nenhum pronto socorro, pois de maneira geral ele estava bem, ativo, se alimentando... Quando chegamos lá, ele examinou e  medicou com um xarope (ABRELAR) e com um antialérgico (PRELONE) por 5 dias... Acontece que no terceiro dia tomando as medicações, o Pietro estava pior! Desde que começou com os remédios a tosse piorou e ele começou à expelir muita secreção... Não era "catarro, era uma secreção transparente como clara de ovo crua entendem? E quando ele tossia, vinha tanta secreção que ele "afogava"... Vinha pelo nariz, pela boca e sempre que a crise de tosse acontecia ele vomitava quase tudo que tinha no estomago... As crises eram intensas, ele ficava desesperado, sem ar, nervoso... Eu ficava bem nervosa também, porque não conseguia ajuda-lo muito... Ele ainda não tem condições de entender orientações como: cospe o catarro ou assoa o nariz!  E essas crises foram ficando cada vez mais frequentes, mais intensas e sempre de madrugada pioravam muito. Voltei ao pediatra, relatei tudo e ele trocou a medicação... o xarope foi trocado por BRONDLAT, o Prelone continuou e ele acrescentou um antibiótico chamado SINOT... tudo pra ser dado durante 5 dias... No segundo dia com as novas medicações, não observei NENHUMA melhora! Por conta própria, decidi suspender essas medicações acreditando que estava entupindo meu filho de remédios desnecessários para algum mal que o próprio médico não sabia e estava medicando sem ter certeza de nada... Suspendi tudo e apelei pro caseiro: Mel, inalação só com soro fisiológico e pronto...

Sobre aquela madrugada...

O Pietro teve crises horríveis... e neste ponto da situação já não estava mais se alimentando direito e o pouco que comia vomitava tudo quando tinha as crises de tosse. Nesta madrugada meu marido ficou inteiramente á cargo de cuidar do Pietro e eu de mim mesma, tentando dar um jeito na febre intensa que estava tendo e tudo que vem com ela... Calafrios, moleza, mal estar...

Pela manhã a intenção era levar o Pietro ao pronto socorro, mas decidi ir primeiro que ele para que EU tivesse bem pra cuidar do meu filho. Saimos bem cedo para que eu podesse estar devolta até o horário do almoço... lêdo engano... Relatei os sintomas que eu estava tendo naquele momento... Febre e uma intensa dor de estomago... Dentre os exames feito, foi pedido um ultrassom... Nele constataram uma pedra na vesícula de mais ou menos 3 cm. e suspeitavam que a dor de estômago vinha dali... E a febre tbém...

Já me disseram ali mesmo que eu iria ficar internada para fazer urgente a cirurgia, pois corria risco de ter uma pancreatite e isso era muito grave e eu poderia morrer até... Me desesperei por conta do Pietro! não sei bem, mas acho que foi nesse momento que comecei á sentir uma dor de cabeça INSUPORTÁVEL que me acompanhou dias à fio e que depois soube tratar-se de enxaqueca tensional...

Eu precisava estar em jejum absoluto por 8 horas para operar... Eu já estava sem comer desde o dia anterior e poderia operar naquela hora se preciso fosse... Acontece que até a parte burocratica ser concluida ( internação, liberação de convênio, de quarto, etc) eu só iria operar no final da tarde... Liguei para algumas pessoas, fiz mais alguns exames, fiquei tentando encontrar soluções e caminhos para o Pietro ficar bem...

Resultado do exame de urina... Uma grave infecção... A febre vinha dali...

Como? Não sinto nada, não sinto dor, não percebo nenhuma diferença no xixi, não entendo a razão disso... Quer dizer... Sinto uma dorzinha nas costas, na região dos rins, mas nada de doer muito... Pois é... essa dorzinha é referente à uma inflamação renal, conseqûência da infeccção assintomática que estava tendo...

Mudança de planos...

Trataremos imediatamente a infeccção e quando as coisas estiverem mais sob controle operamos...

Tá Dr., mas quando eu saio daqui? Meu filho está doente precisando de mim!

Você sai daqui quando estiver bem e mesmo que você fosse AGORA, sem tratamento para tudo isso não ia conseguir ajudar ninguém...

Chorei... Minha cabeça agora doía de enlouquecer...

Às 22hrs. me deram um lanchinho, já que eu fiquei O DIA INTEIRO sem comer nada, em jejum e só no soro... Meu marido foi ver Pietro, pegar algumas roupas para mim, ver nossos labradores em casa e voltaria na madrugada...

Começaram as medicações para tratar a infecção na urina e tentar aliviar minha dor de cabeça... Com tanta medicação, é lógico que dormi... Só a dor de cabeça que persistiu indo e voltando na intensidade.

Dia seguinte, fiz uma ressonância e minha cirurgia foi agendada para 16h00 do dia 26/02. Muuuuuita medicação na veia, muita preocupação com Pietro e no horário marcado fui para o Centro Cirurgico. Era sábado, véspera do aniversário de 2 aninhos do meu filho... estava meio angustiada... Com muita dor de cabeça...Minha mãe veio, meu irmão, meu cunhado... Mas estava angustiada...

A operação durou 35 minutos e foi um sucesso, a minha volta da anestesia geral foi péssima! Voltei sentindo muita falta de ar, dor de cabeça  e vomitei durante toda madrugada... Soube que ficaria internada até segunda feira, ou seja, passaria o aniversário do Pietro no hospital... Á essas alturas a angustia se transformou em tristeza... Meu marido e minha mãe estiveram comigo todo tempo... Mas eu simplesmente não sei descrever o sofrimento interno que sentia em saber que meu filho não estava bem e eu estava tão longe...

Dia 27/02 foi pro ar uma postagem programada... Eu tinha feito dias antes e só agora entendi porque me deu aquele insight para faze-la...

Foi um dia nublado pra mim, mas não tinha que ser para o Pietro. Rolou um bolinho entre os familiares e o pai dele ficou comigo no hospital até um certo horário e depois foi para a comemoração. A festinha dele mesmo já estava programada para o próximo final de semana... A gente ia fazer só um bolinho em casa neste dia mesmo e a comemoração seria em 06/03... Eu não estive presente fisicamente, mas meu coração estava lá... Com a imunidade baixa, o pediatra me informou que não era boa idéia traze-lo ao hospital pra me ver...

Oro muito, todo tempo, questiono algumas coisas, penso, minha cabeça não pára de doer e meu coração está tão apertado.

Próximo post eu conto do retorno pra casa... Muito tenso também...

Até lá.

8 comentários:

Anjinho disse...

Quanta luta amiga, nossa!
mas o bom de tudo foi q Deus lhe deu a vitória.
VC fez sua cirurgia, tudo correu bem, graças a Deus.
Vc tinha seu marido e sua mãe, irmã q estiveram todo tempo ao seu lado, e com certeza nosso Deus q nunca lhe abandonou.
Olha, vc contando sua história eu lembrei da minha mãe.
Meu irmão caçula, a época com 1,8 meses de vida passou mal, daí q minha ma~e saiu desesperada para levá-lo ao hospital, só q demorou mto o atendimento, daí q ela havia deixado mais 3 filhos em casa e com tanta preucupação,a final, nós tbém éramos pequenos e tíamos ficado sozinhos em casa, daí, ela saiu com tanta pressa e preucupação com medo de nos deixar sozinhos, acabou sendo atropelada em cima do passeio e o pir, tva com meu irmão no colo, ele sobreviveu, mas ela infelizmente ñ.
Então, cehguei a conclusão q ela tva com tanto medo de ter nos deixado sozinhos por tão pouco tempo e acabou nos deixando sozinhos eternamente....bom a his´tória é longa.
mas pq lembrei-me da situação com sua hstória?
pq vi seu desespero em pensar na possibilidade de deixar seu filho sozinho sem vc ( caso vc faltasse).
Então, agradeça a Deus por ter guardado tanto a vc, quanto ao Pietro, realmente as vezes ficamoss em entender o pq das coisas, como eu me fiz essa pergunta por mtos anos da minha vida.
mas, Deus sabe de todas as coisas.
Beijo grande e melhoras.

Anjinho disse...

Quanta luta amiga, nossa!
mas o bom de tudo foi q Deus lhe deu a vitória.
VC fez sua cirurgia, tudo correu bem, graças a Deus.
Vc tinha seu marido e sua mãe, irmã q estiveram todo tempo ao seu lado, e com certeza nosso Deus q nunca lhe abandonou.
Olha, vc contando sua história eu lembrei da minha mãe.
Meu irmão caçula, a época com 1,8 meses de vida passou mal, daí q minha ma~e saiu desesperada para levá-lo ao hospital, só q demorou mto o atendimento, daí q ela havia deixado mais 3 filhos em casa e com tanta preucupação,a final, nós tbém éramos pequenos e tíamos ficado sozinhos em casa, daí, ela saiu com tanta pressa e preucupação com medo de nos deixar sozinhos, acabou sendo atropelada em cima do passeio e o pir, tva com meu irmão no colo, ele sobreviveu, mas ela infelizmente ñ.
Então, cehguei a conclusão q ela tva com tanto medo de ter nos deixado sozinhos por tão pouco tempo e acabou nos deixando sozinhos eternamente....bom a his´tória é longa.
mas pq lembrei-me da situação com sua hstória?
pq vi seu desespero em pensar na possibilidade de deixar seu filho sozinho sem vc ( caso vc faltasse).
Então, agradeça a Deus por ter guardado tanto a vc, quanto ao Pietro, realmente as vezes ficamoss em entender o pq das coisas, como eu me fiz essa pergunta por mtos anos da minha vida.
mas, Deus sabe de todas as coisas.
Beijo grande e melhoras.

Anjinho disse...

Quanta luta amiga, nossa!
mas o bom de tudo foi q Deus lhe deu a vitória.
VC fez sua cirurgia, tudo correu bem, graças a Deus.
Vc tinha seu marido e sua mãe, irmã q estiveram todo tempo ao seu lado, e com certeza nosso Deus q nunca lhe abandonou.
Olha, vc contando sua história eu lembrei da minha mãe.
Meu irmão caçula, a época com 1,8 meses de vida passou mal, daí q minha ma~e saiu desesperada para levá-lo ao hospital, só q demorou mto o atendimento, daí q ela havia deixado mais 3 filhos em casa e com tanta preucupação,a final, nós tbém éramos pequenos e tíamos ficado sozinhos em casa, daí, ela saiu com tanta pressa e preucupação com medo de nos deixar sozinhos, acabou sendo atropelada em cima do passeio e o pir, tva com meu irmão no colo, ele sobreviveu, mas ela infelizmente ñ.
Então, cehguei a conclusão q ela tva com tanto medo de ter nos deixado sozinhos por tão pouco tempo e acabou nos deixando sozinhos eternamente....bom a his´tória é longa.
mas pq lembrei-me da situação com sua hstória?
pq vi seu desespero em pensar na possibilidade de deixar seu filho sozinho sem vc ( caso vc faltasse).
Então, agradeça a Deus por ter guardado tanto a vc, quanto ao Pietro, realmente as vezes ficamoss em entender o pq das coisas, como eu me fiz essa pergunta por mtos anos da minha vida.
mas, Deus sabe de todas as coisas.
Beijo grande e melhoras.

João ou Julia ? disse...

Que isso Alê ! Que doidera ...
Bom ... pelo menos teve um final feliz Graças a Deus !!!!
Espero que agora esteja tudo 100% poi aí , aqui é que o lance ta brabo ... João com pneumonia ! Meu coração está em frangalhos !!!!

Fabiana disse...

ola minha linda,
vi te visitar e adorei seu blog!
e ja estou te seguindo,ficarei muito feliz com sua visita e mais ainda se vc me seguir!
bj
http://vidaazulerosa.blogspot.com/

Nine disse...

Nossa guria, que agústia! Tive até dor de estômago lendo esse seu post! Acho que a pior coisa que podenos acontecer é não ter forças para cuidar de nossos filhos!
Espero que vcs melhorem logo!
Beijos,
Nine

Ivana (Coisa de mãe) disse...

Ai Alê,que situação! Olha, estou tb na torcida pela sua recuperação e dos seu filhote! Que Deus os abençoe muito, viu?? Não desanime!

Bjos1

Mamãe do Matheus disse...

Oi Alê!
Nossa quanta coisa vc passou hein?!
Espero que esteja tudo bem mesmo por aí...
Jesus está contigo!
Para você ficar mais alegrinha...rs*
Vim aqui deixar o link do presente que fiz para vcs no dia das mulheres.Tu está nele!
Ficou curiosa?!
Boraaaaaaaa....clica nesse link e assista!Depois vc me diz o que achou!
Tu tava sumidinha hein?!
Sentimos a tua falta!

http://mamysdematheus.blogspot.com/2011/03/meu-presente-para-voce.html

Um grande beijo em vc e no pequeno!
Fiquem com Deus e um bom restinho de semana!
beijão,
Danny e Matheus